Blog / Notícias, dicas e todas informações do Programa.

Aprenda a diferença entre os principais tipos de alimentos

segunda-feira, 30 de julho de 2018

Os principais tipos de alimentos são in natura, processados e ultraprocessados. As diferenças entre eles são grandes e devem ser observadas, especialmente quando se busca uma alimentação mais saudável.

Para isso, o ideal é que as refeições sejam baseadas em alimentos in natura ou minimamente processados – sempre utilizando óleos, gorduras, sal e açúcar em pequenas quantidades. Para os processados, é interessante que haja um limite de consumo. Agora, como são bastante nocivos, os alimentos ultraprocessados devem ser evitados.

Conheça um pouco mais sobre os tipos de alimentos e aposte naqueles que podem contribuir para um cardápio rico em nutrientes.

Alimentos in natura

A escolha mais saudável na montagem do cardápio. São aqueles obtidos diretamente de plantas ou de animais para o consumo, sem que tenham sofrido qualquer alteração. Entram nessa categoria: folhas, frutas, verduras, legumes, ovos, carnes e peixes.

Alimentos minimamente processados

Outra opção saudável para montagem do prato. São aqueles que são submetidos a algum processo que não envolve agregação de substâncias ao alimento original. Exemplo de processos assim: limpeza, moagem e pasteurização. Dois exemplos de alimentos minimamente processados que marcam presença na maioria dos cardápios: arroz e feijão. Lentilhas, cogumelos, frutas secas, sucos de frutas sem adição de açúcar, castanhas e nozes sem sal, farinhas de mandioca, de milho de tapioca ou de trigo e massas frescas também são minimamente processados.

Alimentos processados

São aqueles fabricados pela indústria com a adição de sal, açúcar ou outro produto que torne o alimento mais durável, palatável e atraente. São os casos das conservas em salmoura (cenoura, pepino, ervilhas, palmito), compotas de frutas, carnes salgadas e defumadas, sardinha e atum em lata, queijos feitos com leite, sal e coalho e pães feitos de farinha, fermento e sal. Por terem adição de sal, gordura e açúcar, é interessante que façam parte da rotina alimentar sempre em pequenas quantidades e como parte de uma refeição baseada em alimentos in natura e minimamente processados.

Alimentos ultraprocessados

São formulações industriais, em geral, com pouco ou nenhum alimento inteiro. Esse tipo de alimento sempre contém aditivo, como é o caso das salsichas, biscoitos, geleias, sorvetes, chocolates, molhos, misturas para bolo, barras energéticas, sopas, macarrão e temperos instantâneos, salgadinhos chips, refrigerantes, produtos congelados e prontos para aquecimento como massas, pizzas, hambúrgueres e nuggets.

Fonte: Ministério da Saúde, 2018

Voltar