Blog / Notícias, dicas e todas informações do Programa.

Como reduzir o consumo de açúcar e beneficiar a saúde

sábado, 30 de junho de 2018

De acordo com o Ministério da Saúde, o excesso no consumo de açúcar ao longo da vida aumenta o peso corporal, e isso, por si só, já é fator de risco para o aparecimento de 26 doenças, entre elas o diabetes e alguns tipos de câncer.

Segundo os dados da pesquisa mais recente da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), nos últimos dez anos, o índice do diabetes cresceu 61% em maiores de 18 anos que moram em capitais.

Os especialistas explicam que, além de diminuir a qualidade de vida das pessoas, o diabetes traz várias complicações ao longo do tempo, como problemas renais e aumento da mortalidade. Além de pedir um tratamento médico e cuidados específicos que duram a vida inteira.

Só por essa estatística já é possível perceber a importância de se reduzir o consumo do açúcar. E, para ter sucesso nessa mudança de hábito alimentar, os especialistas recomendam que você vá se acostumando aos poucos com cada vez menos açúcar na rotina, até que alcance a menor quantidade possível (se possível, zero).

Atenção: não é recomendável substituir o açúcar por adoçante. O Guia Alimentar Para a População Brasileira orienta a consumir com moderação não só o açúcar, mas o sal e a gordura também. No caso do açúcar em específico, quando reduzimos o consumo, passamos a reconhecer melhor o sabor dos alimentos. Notamos, por exemplo, o quanto as frutas são doces, e isso ajuda a se adaptar a uma nova realidade à mesa.

Lembrando que, quando falamos em crianças, é fundamental evitar completamente o açúcar para aquelas que são menores de dois anos. Isso porque, quando elas se acostumam com a substância, o paladar delas, ao longo da vida, vai pedir alimentos mais doces ou mais adoçados – e isso não é nada interessante pensando em prevenção de doenças.

Voltar