Blog / Notícias, dicas e todas informações do Programa.

Deixar o feijão de molho antes de cozinhá-lo ajuda a eliminar antinutrientes

sábado, 30 de setembro de 2017


Antigamente, era muito comum deixar o feijão de molho em água da noite para o dia antes de fazer o cozimento. A prática, conhecida como “remolho” era uma alternativa para hidratar os grãos e, assim, acelerar o seu cozimento.
Hoje em dia, contamos com potentes panelas de pressão e feijões com características químicas que não pedem tanto tempo assim de cozimento. Mas, de acordo com especialistas do Centro de Pesquisa em Alimentos (FoRC – Food Research Center) e da Embrapa Arroz e Feijão, existe um consenso de que fazer o remolho é uma prática bastante benéfica para a saúde.
Quando o feijão fica de molho em água por um período entre 8 e 12 horas, além de cozinhar mais rápido, também fica livre de algumas substâncias que causam desconforto intestinal. Se ingeridas, o resultado são gases e cólicas.
E não para por aí: reduzir a quantidade de elementos antinutricionais ajuda o organismo a absorver mais facilmente alguns nutrientes, como proteínas e o ferro, mineral importante para a prevenção e o tratamento da anemia. É como se essas substâncias sequestrassem os minerais e as proteínas, tornando-os não disponíveis para o nosso processo digestivo.

Então, vale investir na técnica da vovó para deixar o feijão mais nutritivo. Só não se esqueça de dispensar a água do molho!

Voltar