Blog / Notícias, dicas e todas informações do Programa.

Doenças por contaminação de alimentos: a atenção deve ser constante!

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

As intoxicações alimentares são causadas por micro-organismos que crescem e se multiplicam rapidamente na presença de umidade, calor e alimentos.

Só para ter ideia da gravidade do problema, um único micro-organismo pode se duplicar a cada 20 minutos e, assim, em apenas 10 horas pode-se ter mais de um bilhão deles, especialmente em alimentos limpos, que já foram cozidos e que estão, aparentemente, próprios para o consumo.

Isso significa que o prato pode estar bonito, cheiroso, saboroso e, ainda assim, ninguém perceber que está contaminado. E isso é muito grave, ainda mais dentro de um estabelecimento comercial, com risco de render processos legais.

Para ajudar você a prevenir o problema na sua cozinha, listamos algumas situações que levam um alimento a causar intoxicações:

• Falta de higiene na manipulação (desde a higiene pessoal até a limpeza inadequada dos utensílios, dos equipamentos e da cozinha).
• Compra de alimentos já contaminados.
• Armazenamento de alimentos já preparados e prontos para o consumo em temperatura ambiente ou em temperaturas que mantêm o alimento morno. Exemplos: bolo de aniversário com cremes, mingau de leite, frango para salpicão, tortas e salgadinhos, carnes tipo lagarto, etc.
• Preparo de grandes quantidades de alimentos com muita antecedência (grande período de tempo entre o preparo e o consumo)
• Resfriamento e descongelamento inadequados.

Os cuidados na refrigeração dos alimentos são fundamentais na sua manutenção, e são as temperaturas muito altas ou muito baixas que mantêm a sua segurança.

Pratos prontos com molhos de leite, ovos, queijos, carne e frango, assim como, saladas com molho de maionese, salgados recheados e massas recheadas são os campeões de contaminação.

Lembrando: os sintomas da intoxicação alimentar mais comuns são: enjoos, vômitos, febre, diarreia, tontura, mal-estar geral, desidratação. Dependendo do tipo de micro-organismo que causou a intoxicação, a pessoa corre o risco de morte.

Voltar