Blog / Notícias, dicas e todas informações do Programa.

Combata o desperdício de alimentos

terça-feira, 16 de setembro de 2014

desperdicio

Reduzir o custo para preparar uma refeição envolve vários fatores, o principal deles é evitar o desperdício de alimentos e sempre que possível utilizá-los integralmente. Partes de alguns alimentos são desprezadas apenas porque as pessoas não sabem o que fazer com elas. De acordo com o relatório do Fundo das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), divulgado em 2013, cerca de 30% a 50% dos alimentos que são produzidos no mundo vão parar em lixões e aterros sanitários, são incinerados ou servem de alimento para animais.

Por outro lado, milhares de pessoas passam fome no mundo. Segundo dados da FAO, aproximadamente 870 milhões de pessoas no mundo não têm acesso a alimentos necessários para levar uma vida saudável. Diante de dados tão assustadores, preparamos algumas sugestões para combater o desperdício, reduzir o custo, promover uma alimentação equilibrada e, principalmente, acabar com o preconceito que algumas partes do alimento não podem ser utilizadas.

– Vegetais como brócolis, couve-flor, espinafre e agrião, são ricos em fibras e podem sim ser consumidos. Para isso, basta higienizá-los adequadamente e utilizá-los em sopas, refogados, feijão, risotos e outras preparações.

– Algumas folhas e cascas não precisam ser jogadas no lixo, por exemplo, as folhas da cenoura podem ser utilizadas em bolinhos e a casca da batata em purês e sopas.

– A água do cozimento da batata, brócolis, vagem e outros legumes concentram todas as vitaminas, portanto aproveite-a para preparar sopas, picadinho de carne, feijão ou purê. Cozinhe os legumes no vapor para manter o valor nutritivo.

– A casca de frutas, após a higienização correta, pode ser usada em pratos doces, em sucos, bolos e purê de frutas. A parte branca da melancia pode ser usada para fazer doce. Fica uma delícia!

Aproveitar o alimento integralmente não é sinônimo de comer “resto”. Deve-se ter em mente que todo o alimento consumido deve estar em bom estado de conservação para não prejudicar a saúde. Aplicar o conceito de reaproveitamento, independente da classe social, é uma atitude sustentável e deixa suas preparações mais saudáveis.

Voltar