Blog / Notícias, dicas e todas informações do Programa.

Como elaborar um cardápio com menos sal

quinta-feira, 31 de agosto de 2017


O sal comum, composto de 40% sódio e 60% cloro, é muito utilizado em culinária para realçar o sabor dos alimentos ou para conservá-los.
Ainda que tenha pontos positivos como manter a pressão sanguínea, atuar no transporte de nutrientes e conter iodo, um importante mineral para controlar a função da tireoide, não deve ser consumido em excesso.
Já é consenso na área médica que a ingestão acima dos valores recomendados pela Organização Mundial da Saúde (5g/dia de sal = pouco menos de uma colher de chá) pode trazer problemas para a saúde, especialmente a cardiovascular.
A grande parte do sal consumido na rotina dos brasileiros vem dos alimentos industrializados como enlatados, temperos prontos (caldo de legumes, carne, galinha e molhos prontos para saladas e massas), embutidos (presunto, salame, mortadela, peito de peru) e outros como macarrão instantâneo, pratos prontos congelados, empanados, chips, etc. Isso sem contar o sal de adição: aquele “extra” que se costuma colocar na comida depois de pronta.

Pensando em instituir um consumo mais consciente e saudável, além de retirar o saleiro das mesas, vale diminuir a quantidade de sal usada nas preparações do seu cardápio. Vamos às dicas?

• Use ervas e temperos como alho e cebola para acentuar o sabor dos alimentos. Pimenta-do-reino, canela, cúrcuma, manjericão fresco, suco de limão, pimenta vermelha, azeite, folhas de louro, sálvia, alecrim, orégano, coentro são excelentes opções para dar um toque especial aos pratos.
• Oriente seus cozinheiros a não adicionarem sal antes de experimentar a preparação. Primeiro, é preciso provar e verificar se a preparação demanda mesmo a adição do produto.
• Prefira os alimentos integrais, que geralmente contêm menos sal quando comparados às versões refinadas. Na hora de preparar um arroz integral, por exemplo, a quantidade necessária para dar o sabor salgado é bem menor do que o arroz branco.
• Diminua o uso de alimentos industrializados na sua cozinha, dando prioridade aos produtos in natura. Retire da lista de compras: embutidos, temperos prontos e sempre leia o rótulo dos alimentos para conferir a quantidade de sódio que você está ingerindo.

Voltar