Blog / Notícias, dicas e todas informações do Programa.

Pesquisa Preço Médio: conheça o resultado

terça-feira, 12 de abril de 2016

pesquisa-assertSobre a pesquisa
A Associação das Empresas de Refeição e Alimentação Convênio para o Trabalhador (ASSERT) apresenta o resultado da pesquisa sobre o Preço Médio das Refeições 2016. Este trabalho teve abrangência nacional. Foram coletados dados de 4560 estabelecimentos comerciais no período de dez/2015 à jan/2016.

O foco desta pesquisa foi levantar o preço médio de refeição, que inclui prato + bebida + sobremesa + café, pago pelo trabalhador no almoço, de segunda à sexta-feira, em estabelecimentos do tipo restaurantes, bar/lanchonete e padaria que trabalham com vouchers de refeição, nos sistemas comercial, autosserviço, executivo e à la carte. Outro objetivo da pesquisa foi investigar a percepção de saúde dos responsáveis pelos estabelecimentos comerciais.

Resultados
O valor do preço médio da refeição foi de R$30,48, no território nacional, variando de R$26,73 para R$31,74, dependendo da região.

Em relação à percepção e à preocupação dos responsáveis pelos estabelecimentos quanto à refeição saudável, segue abaixo as perguntas e as respostas:

Gostaria que o(a) sr(a) colocasse em ordem os cinco cuidados que esse estabelecimento tem em relação à alimentação servida aos clientes, do mais importante para o menos importante, ou seja, do 1º lugar para o 5º lugar.

Resposta:
Oferecer uma alimentação de qualidade, com produtos frescos e bem escolhidos: 62%
Oferecer uma alimentação saudável: 15%
Oferecer uma alimentação variada, com várias opções para os clientes: 9%
Oferecer uma alimentação diferenciada, ou seja, pratos/comidas que não são oferecidos nos estabelecimentos concorrentes: 6%
Oferecer uma alimentação mais barata que em outros lugares: 5%

Quais os tipos de alimentos o estabelecimento considera mais saudáveis que são oferecidos aqui no seu estabelecimento? Mais algum? Algum outro?
Resposta: A maioria dos responsáveis pelos estabelecimentos responderam saladas/verduras como os alimentos mais saudáveis oferecidos no local. Em segundo lugar os legumes.

Nesse estabelecimento são oferecidos pratos que incluem arroz e feijão?
Resposta: Aproximadamente 95% dos restaurantes servem arroz e feijão no cardápio. E de maneira isolada, o arroz aparece em 98% e o feijão em 95% dos estabelecimentos. Entre os restaurantes que trabalham com os sistemas Executivo (83%) e à la carte (78%) é um pouco menor a oferta de feijão.

Na sua opinião, nos últimos dois anos a procura por pratos que tenham arroz/feijão como componentes diminuiu ou aumentou?
Resposta: A procura por arroz e feijão como componentes tem permanecido estável nos últimos dois anos. Em 2015, 57% dos responsáveis pelos estabelecimentos responderam que continuou igual, e em 2016, este valor passou para 58%.

Ainda pensando nos últimos dois anos, o(a) sr(a) percebeu que o consumo de frutas, legumes/verduras e sucos naturais diminuiu ou aumentou?
Resposta: Tanto o consumo de frutas (53%) quanto de legumes/verduras (61%) e sucos naturais (65%), vem aumentando nos últimos dois anos. O percentual de aumento do consumo de sucos e legumes/verduras é maior que o de frutas.

Alimentação saudável pressupõe uma dieta equilibrada, com o consumo de frutas, verduras/legumes, sucos naturais, grãos e proteínas. Na sua opinião, de dois anos para cá os seus clientes estão nada preocupados, pouco preocupados, mais ou menos preocupados, preocupados ou muito preocupados com a alimentação saudável?
Resposta: Seis de cada dez responsáveis pelos estabelecimentos têm a sensação que, de dois anos para cá, os clientes estão mais preocupados com uma alimentação saudável, com uma dieta equilibrada. Essa sensação é maior na região Nordeste, porém menor no Norte e dentre os restaurantes que possuem o sistema comercial.

Conclusão
Além do preço médio da refeição, a qualidade da refeição é um fator importante levado em consideração no gerenciamento das refeições pelos responsáveis dos estabelecimentos comerciais. Por isso, acreditamos que o Prato Legal é uma importante ferramenta que irá facilitar a adequação nutricional dos cardápios para sempre atender as exigências do Programa do Trabalhador (PAT).

Voltar