Blog / Notícias, dicas e todas informações do Programa.

Quer implantar um conceito no seu restaurante? Veja o que está em alta!

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Em geral, o conceito de um restaurante está relacionado ao tipo de serviço prestado. O diferencial pode estar em um cardápio específico, no horário de funcionamento, em experiências de consumo, e por aí vai.

Essa definição pode fazer a diferença quando o objetivo é alcançar um determinado público e até quando se pensa em ampliar a clientela, especialmente se houver algum tipo de inovação.

Além disso, diante de um conceito definido, a pessoa já sabe o que esperar, tornando maiores as chances de sair satisfeita do estabelecimento.

Conheça os conceitos mais populares

• Vegetariano/vegano: voltando para quem busca uma alimentação saudável, isenta de ingredientes de origem animal (ou com restrições, no caso dos vegetarianos), e que seja saborosa. Essa é uma clientela bastante rigorosa, então, vale ter cuidado absoluto com a elaboração e a execução do cardápio.
• Étnicos: são aqueles que se destinam à culinária de algum país específico. As cozinhas italiana, francesa, chinesa, japonesa, árabe e mexicana são as mais conhecidas, mas ainda há muitas culturas gastronômicas a se explorar: restaurantes indianos, tailandeses, caribenhos e peruanos, por exemplo, estão em alta.
• Churrasco: em geral, são restaurantes montados no estilo rodízio e planejados para receber grandes grupos de pessoas, com um preço mais em conta ou valores promocionais ao longo da semana. Se optar por restaurante a la carte, é possível cobrar um pouquinho mais, investindo em cortes de carnes nobres.
• Familiares: como as churrascarias, também são estruturadas para receber grandes grupos. Em geral, os preços são razoáveis e serviço é ágil (afinal, a demanda é grande e pode incluir idosos e crianças pequenas). No cardápio, pratos com receitas familiares clássicas são sempre bem-vindas.
• Padaria: já se foi o tempo em que padaria só vendia pães e artigos de confeitaria. Hoje, refeições como almoço e jantar são facilmente realizadas nesse estabelecimento, que pode se preparar para isso oferecendo buffet a quilo ou pratos feitos. Atendimento agilizado também é importante nesse caso.
• Lanchonete/hamburgueria: esse é um conceito a se considerar, já que as margens de lucro são altas e há espaço para versatilidade e cardápios sazonais, o que se adapta bem ao gosto do cliente.
• Pizzaria: mais um exemplo de um conceito bastante popular e que pode se ramificar em três vertentes diferentes. A primeira é a mais tradicional, com o cardápio focado em pizza. A segunda, pode envolver a oferta de outros pratos típicos da cozinha italiana. E a terceira é se voltar apenas para o serviço de entrega.
• Restaurante/bar: porções e comidinhas para se consumir com as mãos devem ser o foco do estabelecimento. Se elaborar sugestões que “casem” com a carta de vinhos, cervejas e drinks da casa, melhor ainda.

Voltar